O blog

anos atrás, quando eu nem pensava em casamento, eu ouvi esta frase: “casamento é que nem submarino. pode até flutuar, mas foi feito para afundar”.

nem sempre eu quis casar. sempre achei casamento uma coisa meio idosa, em que o casal se chama de “pai” e “mãe”, vive em função dos filhos, sedentários, quase obesos e mais apaixonados pela televisão do que um pelo outro.

é isso que você aprende que é casamento. é o que ensinam através de Hollywood e da Globo. através dos exemplos. das amigas da sua mãe reclamando dos maridos. dos casamentos da sua família.

foi assim comigo. até que eu conheci o amor da minha vida.

ah, o amor…

não busca seus interesses. não se ensoberbece. tudo suporta. tudo crê.

tanto é verdade este trecho de I Coríntios 13, que hoje eu quero muito casar. porque o amor… ah, o amor… o amor te faz perder o medo, te deixa criativo, te inspira.

só que aí vem os orçamentos.

ah, os orçamentos…

podem abater até um personagem do High School Musical.

fazendo os cálculos, descobri que precisava levantar mais recursos. abrindo meu guarda-roupas, descobri que tenho melissas demais.

ah, as minhas melissas…

tão queridas. e excedentes.

por isso, criei este site. para vender meus sapatos amados em prol de uma causa maior: a minha felicidade. o meu casamento. as gérberas e o trabalho do fotógrafo. a entrada do imóvel.

você me ajuda?

qualquer dúvida, me escreva: tuduch@hotmail.com

Anúncios

2 respostas para O blog

  1. Aline Marques disse:

    gostei muito do jeito leve como descreveste a tua visão sobre o casamento.
    além disso, achei originalíssima a tua ideia!
    adorei várias melissas tuas. pena é que calço 37.
    boa sorte, bom casamento e boa vida para o casal!

    o casamento é bom. ele coloca um chão debaixo dos nossos pés. e pés calçados com melissa são sempre mais charmosos, não importa por ondem andem.

    beijinho!

  2. Cris disse:

    Oi Gabi, eu estava aqui pensando em vc e achei seu blog, que legal, adoro o geito como você escreve, você tem um dom muito lindo com as palavras, não desperdíce isso, já publicou sua história ? seria uma ótima materia daqueles cadernos de domingo, eu lia muito jornal no meu ultimo emprego e adorava historias assim, hehehe sério mesmo!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s